voltar

Conhece as diferenças entre um seguro e um plano de saúde?

15.10.2021
Conhece as diferenças entre um seguro e um plano de saúde?
Os longos tempos de espera e as dificuldades no acesso a especialistas são alguns dos constrangimentos do Serviço Nacional de Saúde que fazem com que os seguros ou planos de saúde sejam soluções para quem pretende garantir uma maior proteção, rapidez e flexibilidade no acesso a cuidados de saúde. 

Mas sabe qual a diferença entre estas duas soluções e qual a melhor opção para si? Apesar de terem em comum o facto de permitirem o acesso a cuidados médicos em unidades de saúde privadas com custos mais reduzidos, estes dois produtos têm características distintas. A escolha vai depender do tipo de proteção que procura e de quanto pretende gastar, por isso damos-lhe a conhecer as principais características de cada um para saber qual aquele que melhor responde às suas necessidades. 

 

Seguro de saúde 

Fazer um seguro de saúde permite-lhe aceder a uma rede privada de cuidados de saúde, cobrindo total ou parcialmente o custo com consultas, exames, tratamentos ou internamentos.  

Os pagamentos das despesas podem ser feitos de duas formas: através de um sistema de reembolso, na qual terá de pagar a totalidade da despesa solicitando posteriormente o reembolso da comparticipação da seguradora, ou de um sistema de copagamento, onde só paga a parte da despesa que não está coberta pela seguradora.  

Os seguros de saúde são geralmente vendidos com opções predefinidas de coberturas e capitais, em que a determinado prémio correspondem determinadas coberturas. Poderão ainda serem incluídas coberturas adicionais como estomatologia, parto, ortóteses ou próteses. O valor do prémio varia em função das coberturas, mas também da idade da pessoa segura. 

Entre o início do contrato e o acesso aos cuidados de saúde há, por norma, um período de carência em que não existe copagamento nem reembolso de despesas médicas. 

Entre as vantagens dos seguros de saúde estão a liberdade para escolher os médicos e os hospitais onde é atendido, bem como a abrangência de especialidades médicas.  

É comum os seguros de saúde terem um limite de idade para subscrição e renovação, o que pode ser um constrangimento para optar por esta solução.  

 

Plano de saúde 

Um plano de saúde assemelha-se a um cartão de descontos: oferece o acesso a uma rede convencionada de cuidados médicos a preços especiais, tendo que pagar uma mensalidade para usufruir deste benefício. 

No caso dos planos de saúde apenas pode aceder aos prestadores incluídos na rede convencionada; fora dela não tem direito a descontos.  

O plano de saúde tem como vantagens o facto de não ter período de carência, podendo começar a utilizá-lo logo após a adesão, não ter exclusões por doença prévia e não ter um limite de idade para poder aderir. Pode ser útil, por exemplo, para quem pela idade já não consegue subscrever um seguro de saúde. 

 

Seguro ou plano de saúde: qual é a melhor opção para si? 

A escolha da solução mais ajustada depende das suas necessidades de cuidados de saúde e de quanto pretende pagar. Se o objetivo for ter acesso ao privado apenas para algumas consultas por ano, tratamentos e exames a um preço inferior, um plano de saúde pode responder às suas necessidades. 

Se, pelo contrário, pretende um serviço mais completo, que lhe permita aceder com frequência ao privado para consultas, tratamento ou exames e que contemple situações específicas como cirurgias ou parto, o mais indicado será um seguro de saúde, pois terá acesso a uma rede mais abrangente de prestadores e especialidades médicas. 

Se pretende mais informações sobre a melhor solução para si, contacte-nos através do 808 100 201 ou do email info@mdsgroup.com
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.Saiba mais

Compreendi